fbpx

Justiça atende pedido do Procon-RJ e determina que ‘Faraó dos Bitcoins’ seja afastado de empresas investigadas

Órgão de defesa do consumidor garante que trabalha para reparar prejuízos dos clientes

Rio – O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro determinou o afastamento de Gladson Alves dos Santos, o ‘Faraó dos Bitcoins’, e de todos os administradores das empresas envolvidas em um suposto esquema criminoso de comercialização de criptomoedas em Cabo Frio. O Procon Estadual do Rio de Janeiro (Procon-RJ), autor do pedido contra a Gas Consultoria & Tecnologia e outros 43 réus, entre pessoas físicas e jurídicas, recebeu a decisão nesta segunda-feira (10).

A ação civil pública apresentada pelo Procon-RJ contra a GAS busca assegurar e garantir que os consumidores tenham seus direitos preservados e consigam reaver os investimentos feitos na empresa. O empreendimento prometia aos clientes um retorno de 10% nos valores aportados. Desde que o caso foi revelado, Gladson, que estaria à frente do suposto esquema de pirâmide financeira, passou a ser chamado de Faraó dos Bitcoins.

O pedido de tutela de urgência foi solicitado para evitar que gestores da GAS continuem exercendo o controle e administração, gerando ainda mais prejuízos aos consumidores.

Cássio Coelho, presidente do Procon-RJ, declara que a decisão favorável está embasada em farta documentação comprobatória apresentada no processo. Ele complementa dizendo que a autarquia vai seguir trabalhando intensamente para reaver os valores e reparar os prejuízos sofridos pelos consumidores que foram lesados.

“O consumidor precisa ficar muito atento para não cair em golpes e desconfiar de empresas que prometem lucros muito acima dos praticados no mercado. O que parece ser uma vantagem pode acabar se tornando um grande prejuízo” alertou o presidente.

O Procon-RJ também investiga outras quatro empresas de investimentos e criptoativos. GJD, Spartacus, MSK e Autibank que tiveram denúncias e reclamações de consumidores de prometerem um valor mensal de rendimentos e não cumprirem. Alguns clientes denunciaram que não receberam o repasse dos rendimentos, nem os valores investidos. Os processos administrativos já estão em curso.

O DIA tentou contato com representantes das empresas e o espaço está aberto para manifestação.

Ainda com dúvidas? Fale com um especialista diretamente pelo whatsapp:

Compartilhe:

Últimos Artigos:

AutiBank: em disputa por clientes, empresa suspeita de pirâmide chegou a igualar promessa de lucro do 'faraó dos bitcoins'

AutiBank: em disputa por clientes, empresa suspeita de pirâmide chegou a igualar promessa de lucro do 'faraó dos bitcoins'

Segundo consultores, grupo comandado pelo niteroiense Yuri Medeiros Correa perdeu investidores para a GAS Consultoria, de Glaidson Acácio dos Santos…
Bens do “Faraó dos Bitcoins” vão ressarcir vítimas da GAS, determina Justiça

Bens do “Faraó dos Bitcoins” vão ressarcir vítimas da GAS, determina Justiça

Clientes lesados pela GAS Consultoria Bitcoin, de Glaidson Acácio dos Santos, o “Faraó dos Bitcoins”, serão reembolsados com os bens…
GAS Consultoria: Justiça do Paraná pede bloqueio de R$ 7,2 milhões em sete corretoras estrangeiras

GAS Consultoria: Justiça do Paraná pede bloqueio de R$ 7,2 milhões em sete corretoras estrangeiras

Binance também foi acionada como empresa estrangeira em pedido de liquidação A Justiça do Paraná ordenou na semana passada o…
Categorias
Olá, como podemos ajudar?